الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
quinta-feira, 20 de janeiro de 2022
 
 
 
Actividades Nacionais

A Revolução do Rei e do Povo, pela qual o povo marroquino comemora o seu 68º aniversário, nesta sexta-feira, constitui uma ocasião para destacar a extensão e a profundidade do simbolismo permanentemente e renovado nesta ocasião rumo a construção, a elevação do edifício da nação e a  preservação da integridade territorial.


E neste clima de entusiasmo e contínua mobilização, que o povo marroquino, a família da resistência e o Exército de Libertação comemoram esta memória rica em lições de patriotismo, de acontecimento registro da memória histórica do Reino, bem como da liberdade, da independência e da unidade da pátria sob a liderança do glorioso trono Alawi.

O comunicado do Alto Comissariado para os Antigos Resistentes e Membros do Exército de Libertação, publicado nesta ocasião, declarou que 20 de agosto de 1953, as autoridades coloniais têm exilado o herói da libertação e da independência, o falecido Sua Majestade o Rei Mohammed V, objetivo é de apagar a tocha da luta nacional.

Tal ato abominável por parte colonial só tem levado a uma forte mobilização do povo marroquino, explando  a sua luta em todas as regiões do país, visando a defender a grandeza do país, proteger a soberania do Reino e exigir veementemente o retorno do falecido Rei, o símbolo da  unidade da nação.

Tal resistência de todo um povo levou ao recuo do poder colonial, sem outra escolha senão libertar o pai da nação,  voltando triunfantemente ao seu país, trazendo a notícia do fim do período do protetorado e da início da era de liberdade e independência.

Esta declaração do Alto Comissário tem confirmado que esta epopeia constitui uma etapa histórica importante e decisiva no curso da luta nacional, bem como dos marroquinos objeto da luta durante décadas das gerações contro o jugo do colonialismo, lembrando dos laços firmes entre os componentes do povo marroquino e do rei, baseados sobre os  valores sagrados e as constantes nacionais.

Tal epopéia da revolução do rei e do povo ocupa um lugar especial no coração de cada marroquino, refletindo os valores do patriotismo, do orgulho da filiação nacional, do sacrifício, do compromisso e da vitória da vontade do trono e do povo.

Tal família da resistência e do Exército de Libertação aproveita esta celebração para reafirmar a sua contínua mobilização junto a Sua Majestade o Rei Mohammed VI,  defendendo a integridade territorial do Reino e a dinâmica de construção de um Marrocos moderno e próspero, e contra todas as manobras destinadas a minar suas causas sagradas.

Noticias sobre o saara ocidental-Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2022