الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
sexta-feira, 26 de novembro de 2021
 
 
 
Discursos Reais

Os Estados Unidos da América decidem abrir um consulado  na cidade de Dakhla 

A Sua Majestade o Rei Mohammed VI, que Deus o assiste, mantem um contato telefonônico, hoje, 10-12-2020, com a Sua Excelência o Senhor Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos da América. 




Durante esta chamada, o Presidente dos EUA informou a Sua Majestade que tem emitido um decreto presidencial, em termos de poder jurídico e político fundado, cujo efeito imediato, exigindo que os Estados Unidos da América reconhecessem, pela primeira vez na sua história, a total soberania do Reino de Marrocos sobre toda a região do Saara marroquino. 

Nesse contexto, e pela primeira vez da fundamentaação deste importante passo soberano, pelos  quais os Estados Unidos decidiram abrir um consulado na cidade de Dakhla, baseada principalmente  sobre relações econômicas, promovendo os investimentos americanos e avançando no desenvolvimento econômico e social, em prol dos habitantes de nossas províncias do sul. 

Nesta ocasião, a Sua Majestade o Rei expressou ao Presidente americano, em seu nome e em nome do povo marroquino, as mais sinceras expressões de agradecimento aos Estados Unidos da América por esta posição histórica. 

A Sua Majestade, que Deus o assiste, expressou também muitos agradecimentos a Sua Excelência o Presidente e seus colaboradores, por este apoio franco e absoluto a favor do Saara marroquino. Constituindo uma posição que fortalece a forte parceria estratégica entre os dois países, a elevando a uma verdadeira aliança em todos os campos. 

A Sua Majestade afirmou que embora a oportunidade não tenha tido um encontro direto com a Sua Excelência, o Presidente dos Estados Unidos, a consulta e coordenação continuaram, especialmente após a visita de Sua Excelência o Sr. Jared Kushner, e o Conselheiro Especial de Sua Excelência, maio de 2018, uma visita crucial envolvendo diferenes campos e assuntos políticos. 

Tal iniciativa abre os contatos e intercâmbio para as delegações, e uma série de visitas que ainda não foram anunciadas. 

Tal posição construtiva dos Estados Unidos da América vem reforçar o dinamismo de fortalecimento do Saara marroquino, confirmando ainda as posições de apoio a um grupo de países amigos, bem como as decisões de muitos países de abrir seus consulados nestas províncias do sul de Marrocos. 

Confirmando a intervenção decisiva e eficaz das Forças Armadas Reais, na região de Guerguerat, visando a manter a segurança e a estabilidade nesta parte do solo marroquino, que conhece uma certa movimentação de circulação de pessoas e bens na direção dos países africanos irmãos. 

Durante esta chamada, a Sua Majestade o Rei e Sua Excelência o Presidente dos Estados Unidos discutiram a situação atual na região do Oriente Médio. 

A este respeito, a Sua Majestade mencionou as posições estáveis e equilibradas do Reino de Marrocos sobre a questão palestina, enfatizando que o Marrocos apóia uma solução baseada em dois Estados, vivendo lado a lado em paz e segurança, suportando que as negociações entre as partes palestina e israelense possam continuar, sendo a única maneira de chegar a uma solução definitiva, duradoura e abrangente para este conflito. 

Com base no papel de Sua Majestade como Presidente do Comitê de Jerusalém, ligando a esta Organização de Cooperação Islâmica, a Sua Majestade enfatizou a necessidade de preservar o status especial de Jerusalém, bem como a liberdade de praticar ritos religiosos. para os seguidores das três religiões monoteístas e proteger o caráter islâmico da Cidade Santa de Jerusalém e da Mesquita de Al-Aqsa, em linha com o apelo de Jerusalém, tanto da Sua Majestade o Rei, Comandante dos Fiéis, como da Sua Santidade o Papa, durante a sua histórica visita a Rabat, 30 de março de 2019. 

Considerando o papel histórico que Marrocos tem desempenhado na aproximação dos povos da região e no apoio à segurança e estabilidade no Oriente Médio, e em prol dos laços especiais que unem a comunidade judaica de origem marroquina, para com Israel, defendido pela Sua Majestade o Rei.

A Sua Majestade informou ao Presidente Americano da determinação de Marrocos: sobre a 

- Facilitar os voos diretos para transportar judeus de origem marroquina e turistas israelenses de e para o Marrocos; 

- Retomar dos contatos oficiais bilaterais e relações diplomáticas o mais rápido possível; 

- Desenvolver relações inovadoras nos campos econômico e tecnológico. 

Para tanto, trabalha-se para reabrir escritórios de ligação nos dois países, como acontecia no passado por muitos anos, até 2002.

A Sua Majestade afirmou que essas medidas não afetam de forma alguma o compromisso permanente e sustentado de Marrocos na defesa da justa causa palestina, de seu compromisso construtivo para o estabelecimento de uma paz justa e duradoura no Oriente Médio. 

Depois disso, a Sua Majestade o Rei e o Presidente dos EUA abordaram os esforços para resolver a crise do Golfo. 

A este respeito, em termos dos fortes laços fraternos e atos sinceros de apreciação mútua que unem a Sua Majestade o Rei Mohammed VI, que Deus o assite com seus irmãos, reis e príncipes dos estados árabes do Golfo, a Sua Majestade expressou sua esperança de que os desenvolvimentos positivos anotados  podessem levar à realização da desejada reconciliação do Golfo, incluindo o estabelecimento da segurança e estabilidade na região do Golfo Árabe, alcançando assim uma segurança árabe, abrangente e o desenvolvimento econômico e social em prol dos povos da região árabe. 

Tendo em vista as relações especiais e estratégicas entre Marrocos e os Estados Árabes do Golfo, a Sua Majestade o Rei expressou finalmente o seu apreço pelo grande papel que os Estados Unidos desempenham nas importantes etapas em apoio à mediação do Kuwait com o objetivo de encerrar esta disputa.

Noticias sobre o saara ocidental-Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2021