الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
 
 
 
Destaques

Nesta quarta-feira, 14 de agosto de 2019, os marroquinos comemoram o 40º aniversário da recuperação do território de Oued Ed-Dahab, uma ocasião para evocar uma das mais importantes fases da independência e da unidade de Marrocos, bem como a coesão entre o trono e o povo, sobretudo os povos da região de Oued Ed-Dahab, armados para expulsar o colonizador espanhol do sul do reino.



Após décadas de ocupação espanhola das províncias do sul recuperadas: seja a Tarfaya 1958, a cidade de Sidi Ifni 1969 e as províncias de Laayoune, Boujdour e Smara “Sakia El Hamra” 1975, orgulho dos filhos do território do Ouad Dahab, a Sua o Falecido sua Majestade Hassan II renovou 14 de agosto de 1979,  em Rabat, os laços através das delegações de cientistas, notáveis e anciãos representantes de outras tribos do território de Ouad Dahab, pela lealdade, expressão sincera que é o estreito vínculo social entre os povos da região e o trono alawita, que consolida a afirmação da legitimidade histórica e legalidade da extensão do saara no Reino.

 Durante esta ocasião histórica, os membros da delegação confirmaram a lealdade e o pacto entre o trono alauita e povo marroquino, bem como a adesão à unidade territorial de Marrocos e o apego à integridade territorial nacional.

 

“Recebendo hoje a promessa de lealdade, enraizada na cultura e abraçada como o mais precioso depósito da dignidade do Sul ao norte, conectado os laços históricos e culturais ”.

 Sua Majestade o Rei Mohammed VI continuou a proteger  este depósito "o mais precioso e digno", apoiando a marcha Verde, motivo da construção e unidade, e do desenvolvimento das regiões do sul, razão da integridade territorial do país no topo das prioridades nacionais capaz de incentivar e levar a uma solução justa e ousada face ao conflito do Saara objeto de conceder um plano de autonomia para esses territórios. .

 A este respeito a Sua Majestade confiou ao Conselho Consultivo Real para os Assuntos Sarianos a tarefa de elaborar um projeto de autonomia, contado com a presença de todos os saarauis representantes de diferentes tribos, uma demonstração da seriedade desta iniciativa de confiança para com seus cidadãos sarauis que podem gerir os assuntos locais.

 

Outras resoluções da ONU vêm confirmando esta relevância e seriedade da solução marroquina, que desde 2007, o Marrocos a colocou à mesa de negociações.

 

- Notícias sobre a questão do Saara Ocidental / Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2019