الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021
 
 
 
Detalhes

O Embaixador, Representante Permanente do Marrocos junto às Nações Unidas, Omar Hilal, condenou veementemente, quinta-feira passada, todas as formas de violência contra crianças,  rapto e recrutamento pelos grupos armados; envolvendo os atos criminosos, terroristas, militares, e detenção nos campo de refugiados.


O Sr. Hilal tratou durante uma reunião organizada por Jordânia na ocasião da sua adesão aos Princípios de Paris ligados às crianças associadas às forças armadas ou grupos armados.

Muitos responsáveis das Nações Unidas têm participado desta reunião, notadamente a Representante Especial do Secretário-Geral para Crianças e das Questões de Conflitos Armados, a sra Virginia Gamba, Diretora Executiva do UNICEF, Henrietta Faure, além dos representantes de organizações civis como "Save the Children (Salve as crianças). Chamando para dar fim ao recrutamento de crianças pelos grupos armados; exigindo a responsabilização de todas as agências governamentais e não governamentais, envolvidos nesses crimes e contra os direitos da criança.

A esse respeito, o Sr. Hilal enfatizou que “os países que suportam os grupos armados aqueles que recrutam, armam, apóiam e financiam as crianças têm uma grande responsabilidade legal e criminal; flagrantes diante da violação dos direitos da criança; e responsáveis ​​perante a comunidade internacional diante desses grupos armados. ”.

A este respeito, o embaixador exortou a comunidade internacional a tomar “medidas urgentes contra todos aqueles que continuam a agir em flagrante violação do direito internacional, visando a proteção da criança onde quer que se encontre”.

Também chamando no sentido da "coordenação dos esforços dos Estados membros, das organizações internacionais e da sociedade civil; visando a criar cooperação concreta para proteger as crianças, prevenir contra o seu recrutamento pelos grupos armados; prestando assistência aos que foram recrutados pelos grupos armados. "

No mesmo contexto, o Sr. Hilal destacou o compromisso do Magrebe para com a proteção das crianças, cujo Reino foi um dos primeiros países a assinar e ratificar o Protocolo Opcional da Convenção sobre os Direitos da Criança envolvida no conflito armado, parte dos princípios de Paris, dos princípios de Vancouver e da Declaração das Escolas Seguras.

 Notícias sobre o saara ocidental/Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2021