الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
quinta-feira, 3 de dezembro de 2020
 
 
 
Detalhes

A Polisario "ameaça a estabilidade em toda a região, principalmente a vizinhança europeia, segundo o ex-Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas.

O ex-Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para o Saara, Eric Janssen, em relação ao anúncio da retirada da Polisario do acordo de cessar-fogo, alertando sobre tal ato, extremamente perigoso que ameaça a estabilidade em toda a região, incluindo a vizinhança europeia. 


Conforme o artigo cuja declaração dirigida ao MAP, o Sr. Janssen sublinhou ao dizer: "Os recentes acontecimentos a Guerguerat, na zona tampão na fronteira com a Mauritânia, um elo importante para o movimento comercial e civil, bem como entre outros países da África, constituem uma ação iminente e muito perigoso." 

O ex-chefe da missão da MINURSO  tem alertado sobre as práticas da Polisário, que deliberadamente fecharam a passagem até que Marrocos entrou na ação para restabelecer a ordem para os movimentos civis e comerciais, face a mobilização desta milícia da polisário ", considerado como uma escalada difícil e alarmantes, visando a eclosão de um potencial conflito armado, podendo levar as consequências desastrosas para a região". 

Esclarencendo que " O Sr. Jansen tem indicado a decepção da Polisário, a sua incapacidade de concretizar as suas manobras, agravadas devido á situação catastrófica que vivem em todos os níveis nos campos de Tindouf, podendo levar a qualquer momento a uma explosão desta situação. 

Anotando que o Secretário-Geral das Nações Unidas tem expressado a sua grave preocupação, cujo Conselho de Segurança chamando a manter à moderação e o respeito dos termos do cessar-fogo, abaixando as tensões. 

E depois de ter considerado que a diplomacia deve ser o papel o mais seguro do que nunca, podendo evitar o pior, Janssen tem dito que a alternativa à ação militar continua sendo uma solução afastada, lembrando que o plano de autonomia proposto pelo Marrocos, 2007, cuja Polisário parece pronta a negociar, 1996, considerado  pelo Conselho de Segurança e a comunidade internacional como proposta marroquina séria e confiável. 

Finalmente, o ex-Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas no Saara considerou que “a iniciativa de Marrocos apresenta uma alternativa honrosa contra à guerra, perspectiva para alcançar uma paz justa e duradoura”.

Noticias sobre o saara ocidental-Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2020