الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
quinta-feira, 3 de dezembro de 2020
 
 
 
Detalhes

A União Europeia sublinhou, domingo passado, a necessidade de preservar a liberdade de biens e serviços na zona transfronteira da região de Guerguerat e a importância primordial de garantir o respeito dos acordos de cessar-fogo. 


A posição da União Europeia indicada pelo o Alto Representante para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, durante, as conversações com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, da Cooperação Africana e dos Marroquinos residentes no exterior, Sr. Nasser Bourita, de um lado, e por outro lado o chefe da diplomacia argelina, Sabri Boukadoum. 

"O Alto Representante, Josep Borrell, discutiu, domingo, 15 de novembro, com os Ministros dos Negócios Estrangeiros do Reino de Marrocos, Nasser Bourita, e Sabri Boukadoum da Argélia, os últimos desdobramentos tendo em vista chegar a uma solução para a região de Guerguerat, na sequência dos recentes fatos ocorridos", afirmou um comunicado do Serviço de Ação Externa da União Europeia. 

O comunicado indicou que o Sr. Borrell destacou durante essas negociações "no sentido de preservar a liberdade de movimento e trocas transfronteiriças na região de Guerguerat, cujo importante impacto sobre toda a região do Magrebe e da costa, a exemplo de região de importância estratégica." 

Conforme  o Alto Representante da ONU, "sublinhando a importância primordial de garantir o respeito dos acordos de cessar-fogo em vigor desde 1991, renovando o total apoio a União Europeia aos esforços da missão da MINURSO, no sentido de alcançar a paz definitiva desta zona". 

Nesta ocasião, o Sr. Borrell tem dito - de acordo com o comunicado – frisando o apoio da União Europeia aos esforços das Nações Unidas e de seu Secretário-Geral para encontrar uma solução pacífica para a questão do Saara, "à luz das resoluções relevantes do Conselho de Segurança da ONU, especialmente a última resolução (2548) adotada, 30 de outubro de 2020." . 

No mesmo contexto, o Sr. Borrell considerou "a retomada das negociações o mais rápido possível sob a supervisão das Nações Unidas e do novo Enviado Pessoal do Secretário-Geral das Nações Unidas para o Saara". 

Tal comunicado tem indicado ainda que "o Ministro dos Negócios Estrangeiros de Marrocos assegurou ao Alto Representante o compromisso do seu país, respeitar o cessar-fogo". Acrescentando ainda que a solução política para a questão do Saara "leva a fortalecer a cooperação regional entre os países do Magrebe, contribuindo para a estabilidade, a segurança e a prosperidade da região, à luz das atuais dificuldades econômicas decorrentes da epidemia de Covid-19". 

Noticias sobre o saara ocidental-Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2020