الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
domingo, 9 de agosto de 2020
 
 
 
Detalhes

O ministro das Relações Exteriores, da Imigração e Comércio de Antígua e Barbuda, Paul Sheet Green renouvou, sexta-feira passada, em Rabat, a sua posição "firme" de seu país em relação ao Saara marroquino e a soberania do Reino sobre suas províncias do sul, considerando a proposta marroquina de autonomia "credível, séria e realista".


Sr Green declarou, durante uma conferência de imprensa conjunta com o Ministro das Relações Exteriores, da Cooperação Africana e dos marroquinos residentes no exterior, Sr. Nasser Bouraita, após as conversações entre as partes, sublinhando que o governo de Antígua e Barbuda “mantém a sua posição firme em relação ao Saara marroquino e à soberania do Reino sobre suas províncias do sul. Considerando que esse conflito regional deve ser resolvido dentro da estrutura do plano de autonomia, caracterisado como credível, sério e realista.

Reafirmando o compromisso do Governo de Antígua e Barbuda, no sentido de apoiar o plano de autonomia no nível de todos os fóruns regionais e internacionais.

O Sr. Green enfatizou neste quadro a necessidade de buscar uma solução política para esse conflito regional dentro da estrutura da soberania do Reino e do respeito da sua integridade territorial.

Por outro lado, o Ministro das Relações Exteriores de Antígua e Barbuda saudou através  de seu governo a Sua Majestade o Rei Mohammed VI por sua nobre decisão que resultou na abertura de uma embaixada para os países da Organização dos Estados do Caribe no Marrocos, com vistas a fortalecer as relações existentes entre o Reino e esta região.

O ministro sublinhou aindq ao dizer: "Esta iniciativa pode ser uma boa oportunidade para os países desta região no sentido de se abrir sobre o continente africano".

Além disso, ele sublinhou a sua grande satisfação pela qualidade das trocas, dos compromissos expressados pelos dois países no nível das relações amistosas que os unem.
Anotando ainda Sr Green que as relações entre Antígua e Barbuda por um lado e Marrocos, por outro lado, podendo servir de modelo, mesmo com a distancia geográfica entre os  países podem trabalhar juntos.

Por fim saudaram o acordo entre o governo do Reino de Marrocos e o governo de Antígua e Barbuda, planejado em forma de um "roteiro que visa a cooperação no quadro do período 2020 e 2022", envolvendo a cooperação bilateral nos setores de formação, da agricultura e turismo, resultado de um comunicado conjunto no qual os dois países expressam o desejo de promover as Relações bilaterais.

Noticias sobre o saara ocidental/Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2020