الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
22 de maio de 2024
 
 
 
Imprensa Audiovisual

O Presidente do conselho da região de Dakhla-Oued Ed-Dahab, Yinja El-Khatat sublinhou, segunda-feira passada que a decisão de Israel reconhecer a soberania de Marrocos sobre seu saara constitui uma "vitória diplomática importante", com dimensões políticas e impactos econômicos sobre  todas as províncias do sul do Reino.



Num comunicado junto a agencia de noticias MAP, Yenja informou que o reconhecimento israelita constitui “um acontecimento de suma importância com dimensões políticas e importantes efeitos económicos”, referindo ao ímpeto apoio de muitos países do mundo em relação aos esforços de Marrocos, visando a encontrar uma solução definitiva da questão do Saara.

O sr Yenja acrescentou que esta decisão "reforça significativamente a posição de Marrocos a nível internacional, as fortes relações de Israel com muitas potências mundiais, como Estados Unidos, Alemanha e Espanha", onde Israel estabelece boas relações e com muitos países do mundo, consequência de apoio ainda mais a Marrocos e sua integridade territorial.

O Presidente do Conselho da região de Dakhla-Oued Ed-Dahab considerou que a posição israelita constitui um "revés" e "um forte golpe as teses separatistas", uma vez que este reconhecimento da soberania de Marrocos sobre o seu Saara não pode ser dissociado da série de reconhecimentos de muitos países do mundo, traduzindo a importância do plano marroquino de autonomia como única base para acabar com o conflito forjado em torno do Saara marroquino.

Destacando sobre a futura abertura de um consulado israelense em Dakhla, "um ponto de virada decisivo no reconhecimento da soberania de Marrocos sobre suas províncias do sul", tornando-se uma decisão importante para a cidade de Dakhla, a porta de entrada para a África subsaariana.

O Sr. Yenja concluiu ao dizer: "Nós, eleitos e representantes da população da cidade de Dakhla, saudamos esta importante decisão do Estado de Israel e apreciamos muito", porque ela apoia a posição de Marrocos e seus direitos legítimos sobre o saara, abrindo novos horizontes de investimentos e desenvolvimento de todas as províncias do sul do Marrocos.

O comunicado do Gabinete Real, veio anunciar que a Sua Majestade o Rei Mohammed VI - que Deus o assiste - recebeu uma mensagem do Primeiro-Ministro do Estado de Israel, a Sua Excelência o Sr. Benjamin Netanyahu, através do qual o Primeiro-Ministro de Israel dirigiu a sua alteza a Sua Majestade, o rei Mohammed VI, a decisão do Estado de Israel "reconhecer a soberania de Marrocos sobre o território do Saara Ocidental".

A esse respeito, o primeiro-ministro israelense sublinhou que a posição de seu país vai ser incorporada a todas as ações e documentos relevantes do governo de Israel, junto às Nações Unidas, organizações regionais e internacionais das quais Israel faz parte, bem como a todos os países com os quais Israel mantém relações diplomáticas, vão ser informados desta decisão soberana.

Na sua mensagem a Sua Majestade o Rei, o Primeiro-Ministro israelita sublinhou que Israel estuda, positivamente, a possibilidade de “abrir um consulado na cidade de Dakhla”, um passo na consagração desta decisão de Estado isrealense.

Notícias sobre o saara ocidental-Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2024