الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
sexta-feira, 7 de outubro de 2022
 
 
 
Imprensa Audiovisual

Khalihenna: autonomia reflete os ideias dos saranianos, renuncia o mal trato e a manipulaçào pela representatividade 

O senhor Khalihenna Ould Errachid, presidente do conselho real consultivo para os assuntos saranianos sublinhou durante o programa direito com voceis “ o fato de criar esta constituçào real que é ligada direitamente com sua Majestade o Rei Mohammed VI, tratando de apoiar e suportar a politica real  em prol das provincias com toda a trasparência possivel, frisando ainda sobre os fatos envolvendo as partes em termos democraticos e da proximaçao e  pelas quais o projeto de autonomia se instruturou. Isso tem por objetivo ajudar o povo saraniano a instaurar a credibilidade e a honestidade em prol do futuro. 



objetividade e honestidade total, acrescentando que o envolvimento dimocràtico e a proximaçào na qual se fundou este projeto do governo autônomo, permitindo aos jovens destes provincias e para toda a populaçào resgatar suas credibilidades em si mesmas e no futuro.

o Sr. Khalihenna Ould Errachid, sublinhou, na sua intervenção o 29 de Março à emissão " Moubacharatan Maâkoum" de 2M, o motivo de ter instaurado o Conselho, tanto quanto uma  instituição ligada directamente a SM o Rei, permitindo-lhe anda mais com  efeito sobre as desdobramentos das  províncias do Sul do Reino de maneira transparente, eficaz e credível.

"Adopção deste Conselho como um orgào político participando na gestão da coisa local das províncias do Sul permitirá ainda aos jovens reencontrar a confiança neles e no futuror" , sublinhou o presidente do CORCAS.

O Sr. Khalihenna Ould Errachid recordou que as principais missões do CORCAS levam nomeadamente sobre a defesa da integridade territorial do Reino bem como sobre a realização de  um desenvolvimento económico e social nestas províncias pondo à contribuição  junto aos seus recursos humanos, acrescentando que o Conselho " permitirá igualmente aos habitantes províncias do Sul  exprimir a sua vontade em plena liberdade".

A respeito da proposta de autonomia no âmbito da soberania marroquina, considerou que a solução reside adequadamente no seio do Sahraouis. Constitui igualmente, tem dito, " a melhor resposta feita ao Polisario que deve  fazer com que se autoproclamar como o único representando Sahraouis, enquanto que a comunidade internacional quer proteger os saranianos constatando ainda a adesão a esta projeto de autonomia.

O presidente do CORCAS acresenctou que a existência de um novo interlocutor da comunidade internacional nas províncias do Sul junto a SM Roi Mohammed VI, permitirá ao Polisario, igualmente tanto no interior como no exterior firmar, recordando que " este Conselho foi encarregado por SM o Rei que foi convencido junto as populações dos campos de Tindouf para reganharem a Mãe Patrie".

Após ter recordado que o Soberano decidiu levar a efeito uma nova política nacional histórica entre a' Administração e os habitantes das províncias do Sul, notou que esta política é a primeira a ser balizada em prol do regulamento definitivo da questào do Sara marroquino.

O Sr. Khalihenna Ould Errachid dirigiu, à esta ocasião, uma chamada a todos os Sahraouis que residem no estrangeiro incluindo aos que forma sequestrados e detidos nos campos de Tindouf, na Argélia, bem como os fundadores do Polisario para reganhar a Mãe Pátria " porque o Marrocos mudou  bem como a situação nas suas províncias do Sul, que não são mais regiões abandonado em matéria de développement estam sendo fortalecidos e progredidas".

Enfim " Há um Marrocos novo, numa visão séria e numa nova proposta iniciada por SM Roi Mohammed VI garantendo-lhes um a vida digna aquela que eles aspirem" , concluiu.

Fonte: Map

Actualidade sobre o sara ocidental/Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2022