الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
quinta-feira, 11 de agosto de 2022
 
 
 
Imprensa Audiovisual

O Embaixador do Marrocos no Quênia, El Mokhtar Gambo, chamou Nairóbi para apoiar o plano de autonomia apresentado pelo Marrocos como uma solução da disputa artificial em torno da questão do Saara marroquino.


“Chamando o governo de Quenia, actualmente tem assento no Conselho de Segurança da ONU como membro não permanente, para apoiar o plano de autonomia do Saara sob a soberania marroquina”, declarou o diplomata marroquino, convidado no programa queniano "My Story" do canal KTN final da semana passada“.

O Sr. Gambo tem sublinhado, durante a sua intervenção, que o plano de autonomia marroquino, apresentado em 2007 para as Nações Unidas constitui uma solução “prática” e “realista” em torno da disputa regional do Saara marroquino, insistindo sobre a importância de lidar seriamente com o problema dos movimentos separatistas na África, envolvendo pelo menos 23 países africanos.

Acrescentando: "Chamando a Quênia de mudar a sua atitude em relação ao Saara, uma vez não é um pedido exagerado, visto que o Quênia sempre defendeu a integridade territorial dos países africanos".

Por outro lado, o diplomata marroquino saudou a decisão do governo queniano de explorar a possibilidade de abrir uma embaixada em Rabat nos próximos meses, salientando que a abordagem defendido ganha-ganha no quadro da cooperação marroquino-queniana, justificando a integração dos dois países 'economias.

Tendo mencionado que a presença marroquina no Quênia remonta ao século XIV, quando o famoso viajante marroquino Ibn Battuta visitou a costa queniana de Mombaça, lembrando escritas nas áreas costeiras do Quênia, o Sr. Gambo considerou que a história queniana também tem preservado a memória dos amizade profunda entre o fundador do Quênia, Jomo Kenyatta, e falecido a Sua Majestade Hassan II.

A esse respeito, acrescentando: "empenhados para criar uma instituição com o nome de Ibn Battuta (Fundação Ibn Battuta na África), promovendo a cooperação econômica e cultural entre os dois países."

No que diz respeito à cooperação económica, o embaixador indicou que o sector privado marroquino pretende investir no Quénia, notadamente nos sectores do turismo, das finanças e seguros.

 Destacando também a abordagem da cooperação Sul-Sul, considerando neste contexto que o Reino é o primeiro investidor africano no continente com mais de mil acordos econômicos firmados com seus parceiros africanos.

Por outro lado, o diplomata marroquino fez referência ao 22 aniversário da ascensão de Sua Majestade o Rei Mohammed VI ao seu trono de seus antepassados, um acontecimento histórico que reflete os fortes laços entre o povo marroquino e o trono, sendo uma ocasião anual revelar os ganhos e conquistas, além dos desafios que o Reino enfrenta.

Anotando que o programa “My Story”, que vai ao ar todos os fins de semana das 18h às 19h, constitui um programa popular no Quênia, muitas vezes envolve os tomadores de decisão, ministros, líderes de partidos políticos, governantes e parlamentares quenianos.

O embaixador do Marrocos foi o primeiro diplomata a ser convidado para este programa.

Notícias sobre o saara ocidental-Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2022