الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
15 de junho de 2024
 
 
 
Imprensa Escrita

O jornal mexicano "Colobal Via" escreveu que a Frente Polisario, separatista, lojada no sudeste da Argelia,Tindouf, recorre a manobras e  desinformação para ganhar a simpatia internacional e encobrir sobre seus sucessivos crimes contra os sarauis.



O jornal destacou, num artigo intitulado "A miragem mediática da Polisário", que "a frente separatista trabalha no sentido de distorcer  os factos históricos e reais, mantendo projectos mediáticos enganosos, com o objectivo de atrair a atenção e ter a simpatia internacional, alterando e falsificando factos históricos e reais".

 

O jornal acrescentou que a frente separatista, "depois de perder suas forças diante dos sucessivos ataques diplomáticos marroquinos, passou a publicar uma reportagem que apresenta um rosto distorcido e informações falsas sobre o conflito artificial no Saara marroquino".

 

O jornal explicou que "a realidade erguido pela certeza, e não pela especulação, e imprensa manipulada sem prudência e razão , com a submissão à emoção", salientando que "todas as campanhas de desinformação visam a mobilizar a solidariedade material, acabando no bolsos dos líderes da frente separatista e seus apoiantes do regime argelino."

 

O jornal sublinhou ainda que "a posição marroquina mostra ao mundo a realidade deste conflito artificial do Saara, cujo regime argelino manobra no sentido de alterar os fatos, servindo os seus próprios interesses e suas políticas expansionistas".

 

O artigo afirmava que "a proposta marroquina constitui a única solução para a questão do Saara, a qual os Estados Unidos defenderam perante as Nações Unidas".

 

Tal artigo denunciou ainda que as “fotos de crianças em uniformes militares manipulados pelos separatistas com conluio da Argélia, uma vez que o enviado da ONU, Staffan de Mistura, tem tomado nota quando da visita, ultimamente aos campos de Tindouf, do comportamento irresponsável da frente separatista e sua aliada Argélia, os quais forçam os detidos, submetendo-os a pobreza e marginalização, o que chama atenção e da simpatia da comunidade internacional dos  fundos, os quais desviados e usados ​​para comprar armas e financiar o conforto da liderança da Polisario”.

 Notícias sobre o saara ocidental-Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2024