الـعـربية Español Français English Deutsch Русский Português Italiano
domingo, 9 de agosto de 2020
 
 
 
Destaques

As Nações Unidas expressaram a sua satisfação pela travessia do Rally "Africa Eco-Race", segunda-feira, da zona tampão em relação á região Al Gargarat, ligando o Marrocos à Mauritânia,.


Stephen Dujarric, porta-voz do Secretário-Geral das Nações Unidas declarou, durante a sua conferência de imprensa em Nova York: "Temos de anotar que a corrida do Rally ´Africa eco Race´ocorreu de forma pacífica, ao longo da zona tampão.

A esse respeito, Dujarric apontou que o secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres tem chamado, sábado, para "manter o máximo possível de controle diante das tensões", após as ameaças e as provocações do Polisario e seus adversários, visando a impedir o processo do Rally "Africa Eco Race".

O Secretário-Geral enfatizou o fato a liberar a passagem para a travessia civil e comercial, evitando qualquer ação que leva uma mudança da situação atual na zona-tampão.
Ainda, o porta-voz do Secretário-Geral reafirmou "o compromisso das Nações Unidas a apoiar as partes no sentido de alcançar uma solução política justa, duradoura e aceitável, contro o conflito sarauí, de acordo com as resoluções do Conselho de Segurança".

Anotando que o Rally "Africa Eco Race", partindo do Mônaco a Dakar, passando pelo Marrocos, e as províncias do sul, aconteceu na sua décima segunda competição este ano.

Sendo foi terça-feira passada, dada a abertura do porto de Tânger Med, oficialmente o rali iniciou-se com a participação de 688 pilotos com  266 veículos, dentro dos quais tem quatro categorias de competidores, motocicletas, veículos de quatro rodas, veículos modificados (SSV) e caminhões.

Noticias sobre o saara ocidental/Corcas

 

 Este site não será responsável pelo funcionamento e conteúdo de links externos !
  Copyright © CORCAS 2020